Certificação Inmetro para componentes automotivos

No Brasil, a avaliação da conformidade para componentes de reposição da área automotiva é compulsória, ou seja, eles somente podem ser importados, fabricados e comercializados mediante a obtenção de certificação. A certificação do Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro) existe para estabelecer requisitos mínimos de qualidade exigidos pelo mercado e regulações locais com o objetivo de garantir a segurança e desempenho dos produtos disponíveis ao consumo.

Sobre o Inmetro

Para obter a certificação do Inmetro, a segurança e desempenho dos produtos devem ser comprovados mediante ensaios realizados pelos chamados Organismos de Avaliação da Conformidade, organismos/laboratórios públicos ou privados acreditados pela Coordenação Geral de Acreditação do Inmetro (Cgcre) para determinados serviços. Comprovado que o projeto e a fabricação atenderam aos requisitos estabelecidos, o produto então é autorizado para o uso do Selo de Identificação de Conformidade do Inmetro.

Sobre a representação legal

O representante legal deve estar estabelecido em território nacional. Ele tem um papel fundamental no processo de certificação de produtos, visto ser responsável por responder técnica, civil e criminalmente pelos danos causados a terceiros. Ainda, o representante é responsável pelo número de registro e autorização para uso do selo de identificação de conformidade.

Por que é obrigatório certificar?

Somente com a certificação do Inmetro é possível fabricar, importar e comercializar componentes automotivos em todo o território nacional. Isso fortalece a imagem da marca e de seus produtos no mercado, além de comprovar ao cliente que o produto possui um padrão de qualidade reconhecidamente estabelecido.

Alguns dos componentes que, obrigatoriamente, devem ser certificados:
– Amortecedores da suspensão;
– Bombas elétricas de combustível para motores do ciclo Otto;
– Buzinas ou equipamentos similares utilizados em veículos rodoviários automotores;
– Pistões de liga leve de alumínio, pinos e anéis de trava (retenção);
– Anéis de pistão;
– Bronzinas;
– Lâmpadas para veículos automotivos;
– Materiais de atrito para freios;
– Rodas automotivas;
– Baterias automotivas;
– Kit de transmissão para motocicletas;
– Coroa;
– Pinhão;
– Corrente de transmissão.

Quais os passos para certificar um produto?

  • Determinar uma entidade nacional para assumir a responsabilidade civil e legal sobre o processo;
  • Definir o Laboratório SCiTec (acreditado pela Cgcre) e um OCP para a condução do processo de certificação;
  • Classificar os produtos de acordo com os critérios determinados em regulamento específico.

O laboratório de ensaios SCiTec

Com um profundo conhecimento científico e técnico e ampla experiência no setor automotivo, o Laboratório SCiTec é a escolha certa para oferecer suporte em todas as etapas do processo de homologação e certificação de produtos. O laboratório é acreditado pela Cgcre do Inmetro, sob os números CRL 0495 e CRL 1485

Os serviços do Laboratório SCiTec envolvem, entre outros:Análise de requisitos regulatórios;
– Ensaios para avaliação da conformidade de produção;
– Ensaios para homologação;
– Ensaios para certificação compulsória;
– Ensaios para atendimento de requisitos específicos de montadoras;
– Desenvolvimento de procedimentos de ensaio;
– Desenvolvimento de equipamentos e bancadas de ensaios especiais.

Menu