Slide

Alimentos e nutrição

Ensaios físico-químicos e microbiológicos

Entre em contato com a SCiTec

O que são ensaios físico-químicos e microbiológicos?

Os ensaios físico-químicos e microbiológicos consistem no controle de qualidade na indústria de alimentos e é adotado para mensurar a qualidade dos serviços e produtos oferecidos, de modo a certificar que eles estão de acordo com as especificações técnicas. 

O controle das etapas dos processos de qualidade dos alimentos engloba especialmente a prevenção de contaminações. Por isso, é essencial que os padrões e exigências estabelecidos por lei sejam completamente seguidos, com o objetivo de garantir a qualidade do produto final.

Informações nutricionais também são analisadas a partir desses ensaios, além da verificação da presença de elementos que possam apresentar riscos à saúde humana ou animal. O intuito é, de modo geral, garantir a segurança da população.

Quais produtos passam por este ensaio?

  • Matérias-primas;
  • Alimentos pré-processados;
  • Produtos congelados;
  • Produtos pasteurizados;
  • Alimentos enlatados;
  • Alimentos finalizados;
  • Ração animal;
  • Entre outros.

O que é detectado nas amostras?

  • Coliformes fecais e coliformes totais;
  • Bactérias heterotróficas;
  • Pseudomonas aeruginosa;
  • Fungos e leveduras;
  • Salmonella;
  • Entre outros.

FQ Alimentos:

Análise de umidade, proteína, gordura total, carboidratos em cárneos, entre outros.

FQ Ambiental:

Análise de demanda bioquímica de oxigênio, demanda química de oxigênio, entre outros.

FQ Água:

Análise de pH, condutividade e temperatura in loco, dureza Total, entre outros.

Normas utilizadas:

  • ABNT NBR 15714-7:2020
  • AOAC 931.80, 21ª Edição, 2019
  • AOAC Intel. OMA, 21ª Edição, 991.14
  • ISO 11290-1:2017
  • ISO 15213:2003
  • ISO 1738:2004
  • ISO 21527-1:2008
  • ISO 21528-2:2004
  • ISO 2446
  • ISO 2920:2012
  • ISO 3727-1:2001
  • ISO 3727-2:2001
  • ISO 4833-1:2013
  • ISO 5534:2012
  • ISO 6579-1:2017
  • ISO 6731:2010 (IDF 21:2010)
  • ISO 6888 – 1: 1999.
  • ISO 6888 – 1: 2009/Amd 1:2003.
  • ISO 7932:2004
  • ISSO 1737:2008
  • MAPA, Manual de Métodos Oficiais para Análise de Alimentos de Origem Animal, 2ª Edição, Método 1.6
  • MAPA, Manual de Métodos Oficiais para Análise de Alimentos de Origem Animal, 2ª Edição, Método 1.5
  • MAPA, Manual de Métodos Oficiais para Análise de Alimentos de Origem Animal, 2ª Edição, Método 1.22; ISO 2917:1999
  • MAPA, Manual de Métodos Oficiais para Análise de Alimentos de Origem Animal, 2ª Edição, Método 1.9; AOAC Intel. OMA, 983.19, 2017
  • MAPA, Manual de Métodos Oficiais para Análise de Alimentos de Origem Animal, 2ª Edição, Método 1.10 e Método 5.7
  • MAPA, Manual de Métodos Oficiais para Análise de Alimentos de Origem Animal, 2ª Edição, Método 1.17; ISO 3960:2017
  • MAPA, Manual de Métodos Oficiais para Análise de Alimentos de Origem Animal, 2ª Edição, Método 1.27
  • MAPA, Manual de Métodos Oficiais para Análise de Alimentos de Origem Animal, 2ª Edição, Método 1.18; ISO 1443:1973
  • MAPA, Manual de Métodos Oficiais para Análise de Alimentos de Origem Animal, 2ª Edição, Método 1.25; ISO 936:1998
  • MAPA, Manual de Métodos Oficiais para Análise de Alimentos de Origem Animal, 2ª Edição, Método 1.23; ISO 1871:2009
  • MAPA, Manual de Métodos Oficiais para Análise de Alimentos de Origem Animal, 2ª Edição, Método 1.23; ISO 1442:1997
  • MAPA, Manual de Métodos Oficiais para Análise de Alimentos de Origem Animal, 2ª Edição, Método 2.2
  • MAPA, Manual de Métodos Oficiais para Análise de Alimentos de Origem Animal, 2ª Edição, Método 2.8; ISO 5544:2008 (IDF 81:2008)
  • MAPA, Manual de Métodos Oficiais para Análise de Alimentos de Origem Animal, 2ª Edição, Método 2.7
  • MAPA, Manual de Métodos Oficiais para Análise de Alimentos de Origem Animal, 2ª Edição, Método 2.10
  • MAPA, Manual de Métodos Oficiais para Análise de Alimentos de Origem Animal, 2ª Edição, Método 2.36
  • MAPA, Manual de Métodos Oficiais para Análise de Alimentos de Origem Animal, 2ª Edição, Método 5.21; ISO 1871:2009
  • MAPA, Manual de Métodos Oficiais para Análise de Alimentos de Origem Animal, 2ª Edição, Método 5.23; ISO 936: 1998
  • MAPA, Manual de Métodos Oficiais para Análise de Alimentos de Origem Animal, 2ª Edição, Método 5.19; ISO 2917:1999
  • MAPA, Manual de Métodos Oficiais para Análise de Alimentos de Origem Animal, 2ª Edição, Método 5.16; ISO 3960:2017
  • MAPA, Manual de Métodos Oficiais para Análise de Alimentos de Origem Animal, 2ª Edição, Método 5.25; ISO 1442:1997
  • MAPA, Manual de Métodos Oficiais para Análise de Alimentos de Origem Animal, 2ª Edição, Métodos 5.4 e 1.6
  • MAPA, Manual de Métodos Oficiais para Análise de Alimentos de Origem Animal, 2ª Edição, Método 5.12
  • MAPA, Manual de Métodos Oficiais para Análise de Alimentos de Origem Animal, 2ª Edição, Método 1.18; ISO 1443:1973
  • MAPA, Manual de Métodos Oficiais para Análise de Alimentos de Origem Animal, 2ª Edição, Método 4.2
  • MAPA, Manual de Métodos Oficiais para Análise de Alimentos de Origem Animal, 2ª Edição, Método 4.3; ISO 1871:2009.
  • MAPA, Manual de Métodos Oficiais para Análise de Alimentos de Origem Animal, 2ª Edição, Método 4.4
  • MAPA, Manual de Métodos Oficiais para Análise de Alimentos de Origem Animal, 2ª Edição, Método 3.2; AOAC 962.19, 21ª Edição, 2019
  • MAPA, Manual de Métodos Oficiais para Análise de Alimentos de Origem Animal, 2ª Edição, Método 3.7; AOAC 980.23, 21ª Edição, 2019
  • MAPA, Manual de Métodos Oficiais para Análise de Alimentos de Origem Animal, 2ª Edição, Método 3.9; ABNT NBR 15714-5:2009
  • MAPA, Manual de Métodos Oficiais para Análise de Alimentos de Origem Animal, 2ª Edição, Método 3.9; ABNT NBR 15714-3:2009
  • MAPA, Manual de Métodos Oficiais para Análise de Alimentos de Origem Animal, 2ª Edição, Método 6
  • MAPA, Manual de Métodos Oficiais para Análise de Alimentos de Origem Animal, 2ª Edição, Método 6

Ensaios físico-químicos e microbiológicos é na SCITEC:

Com profundo conhecimento científico e técnico, a Scitec é apta a oferecer soluções para o processo de homologação, certificação ou autocertificação. Com isso, nossos clientes podem obter de forma rápida e eficiente as respostas necessárias para colocar seus produtos, de maneira segura, no mercado, preservando sempre a imparcialidade e a qualidade.

Menu